:: Edição 018 :: 12/07/2018

Plano Instituidor é tema de conversa no Café & Prosa



Na última quinta-feira, 5, Helder recebeu mais um grupo de funcionários para a 18a edição do Café & Prosa com o Presidente, projeto de integração que acontece mensalmente na sala da presidência. Durante um encontro informal e descontraído, os colaboradores discutiram diversos assuntos referentes aos desafios da atual gestão da Fundação, entre eles o Plano Instituidor.

"Um dos nossos grandes desafios é garantir a perenidade da Fachesf, trabalhar para que, com o passar dos anos, a Fundação se fortaleça e possa oferecer seus planos de previdência e saúde a um número maior de Participantes e beneficiários. É muito estimulante participar dessa expansão com a implementação do Plano Instituidor", disse Helder. 

A próxima edição do Café & Prosa com o Presidente, projeto coordenado pela ACI,  acontecerá no início de agosto. Oito colaboradores serão sorteados por meio de sorteio eletrônico, sendo dois de cada área da Fachesf (PR, DF, DB E PSS).  


Participantes comentam iniciativa



Adriana Oliveira (BCR)

"Foi uma experiência fantástica. A disposição de Helder para escutar e conhecer de perto os colaboradores é admirável. A sensação de ter um presidente que mantém as portas de sua sala abertas para os funcionários é algo único. Fiquei realmente tocada, me senti uma parte importante dentro dessa família Fachesf. A nossa missão é  cuidar das pessoas, como não ficar feliz em ser parte disso? A Fundação me proporciona crescimento profissional e uma ótima qualidade de vida. Eu vi de perto que o Café & Prosa é um projeto que deu super certo, todos os envolvidos estão de parabéns." 

 

 

Fredson (SGR)

"Quando soube do início do Café & Prosa, fiquei ansioso para participar. É uma ação que acontece dentro de empresas inovadoras que aproximam os gestores do pessoal operacional. Fiz várias perguntas sobre os desafios da Fundação e ficou claro o compromisso com a otimização dos processos e o foco nos resultados. O encontro atendeu todas as minhas expectativas, cada um pode falar sobre sua trajetória, apresentar ideias, tirar dúvidas. Helder ressaltou a necessidade de engajamento e inovação, que precisamos nos transformar numa "locomotiva" e não ser apenas "vagão". É imprescindível que estejamos cada vez mais capacitados para os desafios. Saí do encontro me sentindo tranquilo, confiante e disposto a dar ainda mais de mim para alcançar nossos objetivos." 

Alexsandro (SGR)

"O encontro superou minhas expectativas. Já havia conversado diretamente com Helder pela Comissão de Empregados, mas dialogar neste contexto, em momento de troca com colegas, foi um momento único. É gratificante ver que os colegas, assim como eu,  motivados e felizes por sermos parte da Fundação. Helder nivelou vários assuntos importantes e demonstrou a preocupação em crescer sem perder a qualidade oferecida pela Fachesf. Saí com a sensação de que estamos no caminho certo. Achei simbólico ocuparmos o espaço da sala da presidência. Helder ressaltou que a sala não é dele, mas, sim, da Fachesf e de todos nós. Ele só a está ocupando naquele momento. Mal percebi a hora passar, estou muito grato por ter participado."

Cinara (BGC)

"Estava na expectativa de ser chamada, é muito bom ouvir as experiências e histórias tanto pessoais como profissionais dos colegas e de Helder. Nós rimos muito, foi muito descontraído. Ao fim da minha fala, Helder disse que é muito bom me ter aqui. Aquele foi um momento especial para mim que faço parte da história da Fundação há 18 anos. Entrei aqui como estagiária, tenho uma relação de muito amor pelo que faço. Fiquei tocada ao saber mais da trajetória profissional do presidente. Tive a compreensão que dar o melhor de si significa mais do que ser o melhor: essa foi a lição que trouxe comigo. Ao fim do café, estava feliz e satisfeita com o que aprendi naquela manhã. Olhei ao redor e percebi que os colegas também gostaram muito da experiência, que é tão diferente do nosso dia a dia."

 

Glauber (BCM)

"Gostei bastante. Foi uma ótima experiência de integração com os colegas e também um momento de saber mais sobre questões  da Fachesf e da nossa Patrocinadora. Fiz algumas perguntas sobre a possível privatização e obtive respostas diretas e esclarecedoras de Helder. Apesar de já ter participado anteriormente de uma reunião em equipe na sala da presidência, em 27 anos de Fachesf nunca havia tido uma oportunidade como esta, de falar diretamente com o presidente. Gostaria de agradecer a Helder, aos colegas e a todos que fazem o evento pelo momento tão agradável que vivi no Café & Prosa." 

Adanilza (FCS)

"A correria do cotidiano não permite que tenhamos a oportunidade de conhecer com detalhes a trajetória de nossos colegas. O Café & Prosa é uma iniciativa que promove integração e permite que a gente se atualize sobre os desafios enfrentados pela gestão. Saí do evento com a certeza que estamos no caminho certo e que os desafios serão o impulso para que a Fachesf cresça e se torne uma referência no mercado. Quero parabenizar ao presidente e a todos que fazem o Café & Prosa pela iniciativa pioneira na Fachesf, que é realmente um ganho para todos nós."  

 Osvaldo (FGE)

"Gostei muito do encontro, pois nunca havia participado de um evento assim nas outras empresas que trabalhei. Para mim, é fundamental a entidade escutar os colaboradores e este encontro com o presidente com certeza foi uma ótima oportunidade de conversarmos de uma forma descontraída e informal sobre as questões da Fachesf e o nossos desafios. Gostei bastante de conhecer melhor a história dos colegas presentes, é algo que não fazemos no dia a dia. Foi uma experiência muito enriquecedora."

Cristiane (SGA)

"O convite veio como uma surpresa. Foi um momento de muita descontração. Não houve protocolo, as pessoas tiveram espaço para dar sugestões para melhoria dos serviços, tirar dúvidas. É um projeto que traz valorização do caráter humano dos que fazem a Fundação. É muito bonito escutar as histórias dos colegas de trabalho, é algo que não se faz no dia a dia. Fica a sensação de que você não é só um funcionário, existe uma valorização pessoal. É muito especial a integração direta com o presidente, alguém que você só costuma ver nos eventos institucionais. É uma troca de ideia. Achei tranquilizador ouvir as ideias da gestão com relação à responsabilidade com o fortalecimento da Fachesf. Temos um presidente motivado, proativo e interessado em nossa expansão."