:: Edição 37 :: 27/09/2017

Cota do Plano CD é positiva em agosto



Em agosto, o Plano CD da Fachesf - Benefício a Conceder (relativo aos Participantes que ainda estão na ativa) registrou desempenho positivo*, com valorização da cota de 1,27% em relação ao mês de julho de 2017 - o que aumentou seu valor para R$ 9,46.

Contribuíram positivamente para esse resultado: aplicações em renda fixa (títulos públicos federais), cuja rentabilidade foi de 1,06%; investimentos em renda variável (5,79%); aplicações em imóveis (2,46%) e no segmento de investimentos no exterior (0,57%). Nesse período, o segmento de Operações com Participantes obteve rentabilidade de 0%. Contribuíram negativamente as aplicações nos Fundos de Participações e Fundos Imobiliários, com rentabilidade de -3,77%.

* Rentabilidade passada não garante rentabilidade futura


Encontro debate acessibilidade digital na Fachesf

Na última terça, 26, as assessorias de Tecnologia da Informação (ATI) e Comunicação (ACI) da Fachesf receberam o Participante Alexandre Souza para uma reunião sobre os recursos de acessibilidade do site da Fundação. O objetivo do encontro foi buscar soluções para tornar a navegação mais inclusiva para pessoas com deficiência visual.  
 
"Recentemente fizemos algumas alterações de segurança que dificultaram o acesso à área restrita do site. Ao sermos acionados, corrigimos o problema. Nessa reunião, vimos a experiência de Alexandre durante a utilização do site e pudemos entender outras questões que vão nos ajudar a tornar a usabilidade da página mais eficiente", disse Fátima Pimentel, assessora de tecnologia da informação da Fachesf. 
 
 A analista de Comunicação Maria Eduarda Andrade (ACI) comentou que, a partir das sugestões e comentários recebidos, será possível fazer alguns ajustes imediatos: "Essa troca nos ajudou a perceber uma série de detalhes que para nós são pequenos, mas que para pessoas que não conseguem enxergar fazem uma diferença enorme ".
 
Durante o encontro, o analista de sistemas Marcello Pedrosa adaptou a configuração de segurança da área restrita para permitir o reconhecimento pelos programas de navegação específicos para usuários com deficiência visual. "Sempre teremos espaço para melhoria dos sistemas. Conhecer a experiência de Participantes com limitações de visão é fundamental para conseguirmos evoluir nossa plataforma. Para isso, vale o trabalho de se colocar no lugar do outro, ou seja, navegar usando o teclado e os comandos de voz do programa", afirmou. ​

 
O Participante Alexandre, que atua na área administrativa da Chesf, disse ter ficado satisfeito com a conversa e espera que novos encontros sejam realizados. "Considero importante esse tipo de parceria com os cegos, afinal de contas, somos nós que temos dificuldades de acesso. A troca de ideias e informações traz um reflexo imediato no nível de acessibilidade dos serviços e isso melhora bastante nossa vida", disse.

Fundação se prepara para mais uma edição do Outubro Rosa

A Fachesf já está se preparando para mais uma edição do Outubro Rosa. A campanha alerta para a importância da prevenção do câncer de mama e faz parte do plano de ação do Programa Pró-Equidade de Gênero, Raça e Minorias Sociais. Neste ano, a programação prevê a realização de palestra e oficina para os empregados, conteúdo temático para os veículos de comunicação, pesquisa e sorteio de mamografia para os beneficiários que visitarem o Ambulatório Paissandu e arrecadação de itens de higiene pessoal e lenços de cabelo para pacientes em tratamento de quimioterapia. 



Silvio Cherpak representa Fachesf em evento sobre atenção domiciliar

O Superintendente de Saúde da Fachesf, Sílvio Cherpak, foi convidado para proferir a palestra de encerramento do II Workshop Pernambucano de Atenção Domiciliar promovido pela Interne Soluções em Saúde. A apresentação, realizada no dia 23 de setembro, teve como tema "Relacionamento com os contratantes: como aprimorar". Para Sílvio, um convite dessa natureza significa "o reconhecimento do trabalho desenvolvido com qualidade e seriedade pela Fundação no segmento de saúde suplementar". 



Mural de Lula Cardoso Ayres em processo de tombamento

Trinta anos após o falecimento do artista plástico pernambucano Lula Cardoso Ayres, o seu primeiro painel Cena rural(1946) continua mais vivo e atual que nunca. A obra, localizada na Sala dos Conselhos da Fachesf, no Paissandu, teve seu processo de tombamento iniciado pela Fundação do Patrimônio Histórico e Artístico de Pernambuco (Fundarpe). O reconhecimento reforça a importância do painel para a cultura permabucana e o compromisso da Fachesf de zelar pelo trabalho do artista. Cena rural retrata, em tons vanguardistas, o universo canavieiro e seus personagens. Em 2007, a Fachesf contratou a especialista Pérside Omena para restaurar a obra pela segunda vez.